Todos os posts em: Alimentação

Mindful Eating: Comendo com Atenção Plena

Muito tem se falado atualmente sobre o Mindful Eating e muitas pessoas já estão ligando a prática à algum tipo de dieta ou nova forma de emagrecimento; é preciso ter em mente que o Comer com Atenção Plena é comer de uma forma não julgadora, baseada em evidências, que sim, está na moda, mas não é modismo: é uma filosofia pautada em saúde e bem-estar. Não é uma dieta com regras, receitas ou cardápios. “Mindful Eating ou comer com atenção plena é comer com atenção, sem julgamento ou crítica às sensações físicas e emocionais despertadas durante o ato de comer, é o comer envolvendo todas as partes do corpo, mente e coração, na escolha e preparo da comida, bem como no ato de comê-la em si. Envolve todos os sentidos, nos conecta aos nossos sinais internos de fome e saciedade. Comer com atenção plena é muito mais complexo do que simplesmente comer devagar, prestando atenção ao que está comendo.”   Para comer com atenção plena é preciso acreditar no nosso “nutricionista interno”. Nosso corpo é …

Salada rápida para o dia da preguiça!

Alô, mulheres!!! Sei que sumimos, por motivos de problemas, mas estamos de volta! E hoje foi compartilhar com vocês uma receitinha bem rápida e maravilhosa – e beeeeem vegetariana! – pra quem está sem tempo ou com preguiça de cozinhar. Sabe aquele dia que você está cansada, mas precisa comer alguma coisa? Resista à tentação de pedir uma pizza ou comida chinesa. Tenha na geladeira alguns itens que juntinhos vão formar aquela salada apetitosa e colorida. Poste a fotinho no Instagram! 🙂 Acho que quanto mais colorida, melhor! Na minha receita, tinha: tomate italiano picado (pode ser tomate cereja!) pepino japonês salsa picada avocado picado Como “proteína” eu fiz uma omelete com queijo pra acompanhar. E porque eu tinha uma abóboras japonesas cozidas na geladeira e precisava usá-las, fiz um creme de abóbora também. Mas veja que para a salada você pode usar aquilo que tiver na geladeira! 🙂 E como proteína pode usar o que preferir. Eu estou abolindo o consumo de carnes, por isso opto pelos ovos. Se tudo bem pra você, pode ser …

Restaurantes estilo self-service: você tem medo?

Image Source Muito pacientes me perguntam sobre o que fazer quando estão fora de casa.  Na maioria dos casos esses pacientes almoçam em restaurantes todos os dias. Bom, caso você não consiga ou não possa levar sua marmita ao trabalho, restam algumas opções de restaurantes e locais de alimentação. Uma delas é o restaurante self-service. Obviamente levar a sua marmita é mais interessante, sabemos exatamente o quanto de óleo  e sal estamos utilizando, não usamos temperos industrializados e sabemos a procedência de todos os alimentos, mas se essa não é sua rotina, é possível ter uma alimentação bacana em restaurantes prestando atenção em alguns pontos: Primeiramente, a maior queixa desses restaurantes é a grande variedade de alimentos, que para mim, é mais uma vantagem do que uma desvantagem, porém muitas vezes acabamos pegando de tudo um pouco e fazendo um prato muito além da nossa fome. Então, chegando ao restaurante, dê uma olhada em todos os alimentos disponíveis e escolha dentro de uma refeição equilibrada o que você vai colocar no prato, não fique triste …

Lugar de criança é na cozinha: Pastel de Forno

Depois do post sobre neofobia alimentar, achei legal trazer alguma receita fácil e prática para fazermos com as crianças. A receita é da nutricionista Maria Luiza Petty, supervisora da equipe de Nutrição do Ambulatório de Obesidade Infantil do Departamento de Pediatria da Unifesp. A Malu tem um livro chamado Lugar de Criança é na Cozinha, são 50 receitas com o objetivo de mostrar que a culinária pode ter um papel educativo, além de ser uma atividade divertida e deliciosa para ser compartilhada com a família e os amigos. As receitas são dividas entre almoço, jantar, lanche, piquenique, viagem culinária, etc.. além de serem adaptadas para os pequenos. Todas as receitas são saudáveis e gostosas contendo frutas, verduras e legumes. Importante lembrar que algumas receitas levam açúcar e por exemplo, o milkshake leva sorvete, afinal, milkshake é feito com sorvete. Como a própria Malu diz: “Quando estamos trabalhando com crianças, a dificuldade de experimentar é um grande desafio e evidências científicas mostram que incluir alimentos conhecidos (sem neutralizar o sabor do alimento novo) pode auxiliar a …

Meu Filho Não Come

Durante a minha prática clínica e atendimento em consultório, acredito que essa foi uma das queixas mais abordadas pelos pais, “já fiz de tudo para meu filho comer e ele não aceita nada”, “se deixar, ele passa o dia todo sem comer”, “ele não quer experimentar nada”, entre outras frases. Denominamos esse comportamento de Neofobia Alimentar, o que nada mais é do que o medo do novo, medo de experimentar novos alimentos. Esse comportamento normalmente acontece por volta dos 2 anos, justamente pela maior autonomia que a criança passa a ter nesse período. A neofobia alimentar não é sempre negativa, ela é uma proteção inata que temos aos alimentos, evitando consumo de alimentos tóxicos, ou seja, a criança precisa sentir segurança em comer determinado alimento, quanto mais ela vê os pais ou pessoas próximas consumindo uma grande variedade de alimentos, ela será estimulada a experimentá-los e se sentirá mais segura. Esse processo é de fundamental importância. Acredito que muitos pais já devem ter sidos orientados com relação ao número de vezes que uma criança precisa …

Sugestão de Leitura: O Peso das Dietas

Hoje venho aqui sugerir um livro que eu realmente amo e acredito que deveria ser uma leitura obrigatória para quem deseja ter uma alimentação mais saudável e consciente. O Peso das Dietas foi escrito pela Sophie Deram, uma nutricionista francesa e brasileira naturalizada, especialista em comportamento alimentar e ativista contra dietas restritivas. Ela acredita no prazer de comer e no poder dos alimentos verdadeiros para resgatar a saúde e chegar ao peso saudável. No livro ela aborda o porquê, mesmo fazendo tantas dietas, o mundo continua engordando, aborda entre outros temas, as mudanças na sociedade, falta de tempo, insatisfação corporal e ditadura da magreza e beleza. Ela também explica um pouquinho sobre a obesidade e os transtornos alimentares, alimentação consciente e como nosso cérebro controla fome, apetite e saciedade. Sophie acredita no prazer de comer e no poder dos alimentos verdadeiros para resgatar a saúde e chegar ao peso saudável. Uma parte que gosto bastante é o capitulo que fala “Por que você quer emagrecer? Será que precisa mesmo?” e do “Faça as pazes com seu …

3 receitas doces com café

Este post foi pensado com muito carinho para todas as fãs de café como eu. Quem gosta, me entende: não consegue sair de casa de manhã sem uma xícara de café. E tem que ser uma xícara generosa, não pode ser uma coisiquinha de nada (já tomei bronca da minha mãe por isso, hahahahaha). Café depois do almoço (meu marido gosta de dar uma meia horinha, eu tomo imediatamente), café às 15h00… eu venho de uma família que gosta de fazer um cafézinho à tarde e que gosta de café puro, sem leite, sem nada. Direto do coador (ok, eu sou da geração do espresso, mas aaaaaaamooooo café de coador passado na hora). Não sei vocês, mas acho que o café dá um toque delicioso para as receitas doces, tirando o gosto enjoativo. Tem coisas que precisam de café, tipo o tiramisú não seria tiramisú sem café (eu tentei fazer várias vezes e não consegui). Image Source – aqui, a história do Tiramisu. Aqui, uma receita confiável de Tiramisu. Me mandem um pedacinho 😉 ! Pensando …