Entretenimento, Estilo de Vida, Sem categoria
Deixe um comentário

[Netflix]: Tese sobre um homicídio

Opa, pedimos desculpas! Estamos atrasadas com nossa resenha da semana!

Esta semana trouxemos um filme um pouco diferente dos anteriores, que eram mais leves. Nós escolhemos por causa do ator, e excelente Ricardo Darín – tudo o que ele faz é bom. Pra quem não conhece o trabalho dele, recomendamos Um Conto Chinês – que é uma graça!

Ricardo Darín é Roberto Bermúdez, um professor de Direito – muito íntimo do universo investigativo de Buenos Aires (como não poderia deixar de ser, já que ele dá aulas exatamente sobre casos criminais). Particularmente, se trata de um homem solitário e meticuloso, que vive relações fugazes com mulheres. E tudo seguia dentro da normalidade, até que o filho de um amigo aparece em sua sala de aula para participar de seu curso. Só isso já o deixa intrigado, mas tudo vira de cabeça pra baixo quando ele e seus alunos presenciam de dentro da sala de aula, a perícia de um assassinato que acabara de acontecer na universidade. A certeza de que o responsável pelo crime é um aluno do seu curso, o misterioso e arrogante Gonzalo (Alberto Ammann) deixa Bermúdez obcecado pelo caso, sendo capaz de atos extremos para provar que sua tese está correta.

Se ele estiver correto, se trata de um jogo onde o aluno tenta provar sua tese (a de que a sociedade só investiga os crimes na medida em que eles são nocivos ao poder) através do crime cometido e desafia o seu professor a desvendar o mistério. Fiquei até o final do filme me perguntando como eles iam resolver isso, porque tudo parecia previsível demais: ok, ele acha que o aluno foi o assassino, vai conseguir provar e… é isso? De uma forma bastante desconfortante e angustiante, você fica na dúvida até o minuto final. Mas não, o filme não é previsível – até os segundos finais você não vai saber em quem acreditar.

O roteiro é bem desenvolvido a ponto de você se colocar na posição de pessoas como a ex-mulher de Roberto, que passa a duvidar da sanidade do ex-marido. Em muitos momentos o filme consegue te colocar em várias posições: de acreditar e de duvidar de suas suspeitas, de de descobrir certa simpatia por Gonzalo, de ter dúvidas, um pouco de repúdio e até pena.

Vale o tempo que você ficou sentada pra assistir, pela atuação sempre brilhante de Ricardo Darín e pelo clima meio Noir que o diretor criou pro filme. Uma boa pedida, se você tá a fim de um pouco de suspense, hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s