Mês: novembro 2016

[Netflix]: Tese sobre um homicídio

Opa, pedimos desculpas! Estamos atrasadas com nossa resenha da semana! Esta semana trouxemos um filme um pouco diferente dos anteriores, que eram mais leves. Nós escolhemos por causa do ator, e excelente Ricardo Darín – tudo o que ele faz é bom. Pra quem não conhece o trabalho dele, recomendamos Um Conto Chinês – que é uma graça! Ricardo Darín é Roberto Bermúdez, um professor de Direito – muito íntimo do universo investigativo de Buenos Aires (como não poderia deixar de ser, já que ele dá aulas exatamente sobre casos criminais). Particularmente, se trata de um homem solitário e meticuloso, que vive relações fugazes com mulheres. E tudo seguia dentro da normalidade, até que o filho de um amigo aparece em sua sala de aula para participar de seu curso. Só isso já o deixa intrigado, mas tudo vira de cabeça pra baixo quando ele e seus alunos presenciam de dentro da sala de aula, a perícia de um assassinato que acabara de acontecer na universidade. A certeza de que o responsável pelo crime é um …

Lugar de criança é na cozinha: Pastel de Forno

Depois do post sobre neofobia alimentar, achei legal trazer alguma receita fácil e prática para fazermos com as crianças. A receita é da nutricionista Maria Luiza Petty, supervisora da equipe de Nutrição do Ambulatório de Obesidade Infantil do Departamento de Pediatria da Unifesp. A Malu tem um livro chamado Lugar de Criança é na Cozinha, são 50 receitas com o objetivo de mostrar que a culinária pode ter um papel educativo, além de ser uma atividade divertida e deliciosa para ser compartilhada com a família e os amigos. As receitas são dividas entre almoço, jantar, lanche, piquenique, viagem culinária, etc.. além de serem adaptadas para os pequenos. Todas as receitas são saudáveis e gostosas contendo frutas, verduras e legumes. Importante lembrar que algumas receitas levam açúcar e por exemplo, o milkshake leva sorvete, afinal, milkshake é feito com sorvete. Como a própria Malu diz: “Quando estamos trabalhando com crianças, a dificuldade de experimentar é um grande desafio e evidências científicas mostram que incluir alimentos conhecidos (sem neutralizar o sabor do alimento novo) pode auxiliar a …

[Netflix] Magia ao Luar, do Woody Allen

A crítica mais bonita que encontrei sobre este filme é esta aqui, da Reuters Brasil. Ela me faz lembrar dos últimos acontecimentos e da forma como me abstive de sofrer por conta deles: através da arte. E um dos diálogos do filme, dito exatamente por Sophie Baker (Emma Stone), me faz lembrar palavras ditas por mim: “Faz bem não levar a vida tão à sério”.  Colin Firth (sempre muito exato em suas interpretações, quase um matemático) é Stanley, alter-ego de um famoso ilusionista chamado Wei Ling Soo. Depois de um de seus shows como sempre muito bem sucedidos, reencontra um amigo de infância que lhe propõe um desafio: o de desmascarar uma mulher que se diz médium. Seduzido pelo desafio, o pessimista e cético Stanley despede-se de sua noiva Olívia e dirige-se ao sul da França. Hospedado na casa de uma família de posses, encontra finalmente a jovem carismática Sophie Baker (e Emma Stone parece não fazer nenhum esforço para interpretar, sempre muito  natural e convincente) – que, acompanhada de sua mãe e tendo encantado o …

Meu Filho Não Come

Durante a minha prática clínica e atendimento em consultório, acredito que essa foi uma das queixas mais abordadas pelos pais, “já fiz de tudo para meu filho comer e ele não aceita nada”, “se deixar, ele passa o dia todo sem comer”, “ele não quer experimentar nada”, entre outras frases. Denominamos esse comportamento de Neofobia Alimentar, o que nada mais é do que o medo do novo, medo de experimentar novos alimentos. Esse comportamento normalmente acontece por volta dos 2 anos, justamente pela maior autonomia que a criança passa a ter nesse período. A neofobia alimentar não é sempre negativa, ela é uma proteção inata que temos aos alimentos, evitando consumo de alimentos tóxicos, ou seja, a criança precisa sentir segurança em comer determinado alimento, quanto mais ela vê os pais ou pessoas próximas consumindo uma grande variedade de alimentos, ela será estimulada a experimentá-los e se sentirá mais segura. Esse processo é de fundamental importância. Acredito que muitos pais já devem ter sidos orientados com relação ao número de vezes que uma criança precisa …

Onde ela quiser! :-)

Image: Ministério da Cultura (Novembro: Luta pela Igualdade Racial) Até quando será necessário fazer valer a representatividade e o respeito pela história, a luta, a cultura e as tradições dos nossos irmãos negros? Aqui nós selecionamos fotos de mulheres e seus brilhos. Que este dia e o que celebramos traga uma consciência diária. Que este grito ressoe até quando e onde for preciso. E que o futuro traga mais respeito pra esta gente querida e exuberante. Até aqui as fotos são do Ministério da Cultura, dos movimentos “Novembro pela Igualdade Racial” e “Marcha da Mulher Negra” – estão sendo compartilhadas aqui sob a licença Creative Commons. Sou criança, sou negra Também sou resistência Racismo aqui não, se não gostou, paciência Mc Soffia Você conhece a história da Sofia? Créditos da Foto As três últimas fotos são da Cultura de Red, sobre o Latinidades: Festival da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha 2013.

Lanche pós-rolê em São Paulo: Osnir Hamburgueria

Saímos ontem à noite de uma sessão ao ar livre na Cinemateca Brasileira (sem palavras pra descrever o que foi aquilo) e que como terminou após 22h00 precisávamos de um lugar 24 horas pra comer. Nossa tentativa de encontrar a única padaria 24h na região da Vila Mariana foi frustrada. O gps nos mandou até a rua certa, mas cadê a padaria? Ocasionalmente nós encontramos uma hamburgueria com jeito simpático, uma vaga disponível ao lado – vamos comer aqui! Estávamos em dois casais, dois grandes amigos do Rio Grande. Sempre queremos garantir a melhor experiência para os dois. Entramos na Osnir Hamburguer, fomos para o andar superior, nos acomodamos e fizemos nossos pedidos. Fundada em 08 de Maio de 1969 por Osnir Zerbinatti, foi uma das primeiras lanchonetes de São Paulo a fabricar o próprio hamburguer, um trabalho artesanal que foi passado de pai para filho. O cardápio é tão variado que a gente fica perdido no início. É caprichoso e não é gosmento (sabe quando você vai à um lugar e o cardápio está todo …

Exposição no MAB-Faap mostra a ascensão feminina na arte brasileira

Arte: Teresa Nazar (Mendoza, Argentina) Fonte: Faap Anteriormente ao Modernismo a presença da mulher na história da arte brasileira era praticamente desconhecida devido a determinismos biológicos, preconceitos sociais de gênero e da ausência de oportunidades e de reconhecimento. O divisor de águas foi justamente este movimento, quando a mulher passou a ocupar espaços majoritariamente dominados por artistas homens nas esferas artística, cultural e social. Para mostrar como este processo iniciou e cresceu, o Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB-FAAP) realiza até 18 de Dezembro a exposição Elas. Mulheres Artistas no acervo do MAB. Com curadoria de José Luis Hernández Alfonso e Laura Rodríguez, a mostra reúne 82 obras, de autoria de 64 mulheres artistas dos séculos XX e XXI, que deixaram marcas na história da arte nacional e internacional. Ela busca evidenciar que no universo das artes não é o fator gênero que define os atributos artístico-estéticos das obras e sim o potencial criativo de quem as executa.  Entre as artistas, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Noemia Mourão, Djanira, Marina Caram, Mira Schendel, Tomie Ohtake, Geórgia Kyriakakis, …