Mês: outubro 2016

5 planejadores diferentes para organizar sua vida o ano que vem!

Quem me conhece bem sabe o quanto eu sou desorganizada… não só em termos de arrumação, estas coisas, mas em termos de administração da vida, do lar, de tudo, de mim mesma. Em 2016 isso mudou um pouquinho, porque me obriguei a me organizar e planejar melhor. Isso tem bastante a ver com o fato de eu ter percebido que a bagunça e confusão me tiram ainda mais do eixo e não têm nada a ver com minha essência, apesar de a minha natureza ser desorganizada mesmo. É porque eu gosto de trabalhar com tudo ao redor estando em harmonia, gosto de ter controle sobre as coisas (meu marido disse isso outro dia e não é que ele tem razão?) e de saber que a minha casa e a minha vida estão fluindo bem. Por causa disso eu comprei no final do ano passado algumas ferramentas que me ajudaram, ao longo do ano, a manter meus compromissos e tarefas visíveis e sob controle, além de planejar meu dia, minha semana, o mês, etc. Pode parecer bobagem, …

Kathleen Hanna e o “tumulto feminino” do qual você também vai querer fazer parte!

Kathleen Hanna, nascida em 12 de Novembro de 1968 (quase dez anos antes de mim) em Portland, nos Estados Unidos, foi mais conhecida por ser a vocalista das bandas Bikini Kill e Le Tigre. No entanto, iniciou um legado pelo qual ainda hoje se luta: a voz e a marca feminista no mundo. Quando adolescente já se interessava pelos direitos das mulheres, por literatura feminista e por filosofia – o que lhe beneficiou bastante na hora de escrever as letras das músicas para suas bandas e o que lhe levou a ser uma das principais atuantes do Riot Grrls Movement e escritora dos principais fanzines que integravam o movimento. As letras das músicas, assim como os textos propunham reflexões sobre a beleza e a sexualidade, também tinham a intenção de tratar do assunto dentro do universo punk rock e influenciaram e marcaram a juventude de muita gente. “Aprendi que não precisava seguir referências externas e que a idéia de ser quem eu quisesse ser e fazer absolutamente tudo o que gostaria não se aplicava só aos meninos” Stevie …

3 receitas doces com café

Este post foi pensado com muito carinho para todas as fãs de café como eu. Quem gosta, me entende: não consegue sair de casa de manhã sem uma xícara de café. E tem que ser uma xícara generosa, não pode ser uma coisiquinha de nada (já tomei bronca da minha mãe por isso, hahahahaha). Café depois do almoço (meu marido gosta de dar uma meia horinha, eu tomo imediatamente), café às 15h00… eu venho de uma família que gosta de fazer um cafézinho à tarde e que gosta de café puro, sem leite, sem nada. Direto do coador (ok, eu sou da geração do espresso, mas aaaaaaamooooo café de coador passado na hora). Não sei vocês, mas acho que o café dá um toque delicioso para as receitas doces, tirando o gosto enjoativo. Tem coisas que precisam de café, tipo o tiramisú não seria tiramisú sem café (eu tentei fazer várias vezes e não consegui). Image Source – aqui, a história do Tiramisu. Aqui, uma receita confiável de Tiramisu. Me mandem um pedacinho 😉 ! Pensando …

10 maneiras inteligentes de usar o tempo entre um desligamento e sua recolocação!

É extremamente desagradável ser desligada de um cargo – seja por performance, seja por cortes e reestruturações. Eu já fui desligada uma vez e foi horrível. Me fiz de forte e da portaria pra fora saí chorando! A sensação que dá é (no meu caso foi por performance e já faz mais de 10 anos) de não ter feito tudo o que devia ou de impotência. Um vazio, desespero e incerteza de não saber o que vem depois e se você vai ter que mudar seu padrão de vida ou se vai conseguir pagar suas contas. Bom, não preciso explicar isso – todo mundo sabe (ou corre o risco de saber) como é ruim estar desempregado (a). Atualmente eu trabalho com Marketing Digital, com TI, com fotografia e produção de conteúdo pra internet. Da minha tenra experiência fiquei pensando no que posso contribuir como conteúdo de carreira e então eu tive a idéia de fazer este post para sugerir algumas ideias do que a gente pode fazer durante o tempo em que não estiver trabalhando. Em …

Por que você espera o ano virar para pensar em recomeços e mudanças?

Às vezes eu me pego pensando que posso apertar o play imediatamente e simplesmente realizar todos os propósitos da minha vida – desde que saiba quais são eles e o que fazer para alcança-los. Geralmente depois do final de semana, quando sei que mais uma semana vai iniciar, mais uma segunda-feira – deixei de pensar “que saco, o final de semana acabou”, ou “vai começar tudo de novo” para encarar a nova semana como um recomeço, mais uma chance, mais uma oportunidade de crescimento, de evolução, de tentativas e acertos. Fala a verdade, você costuma sentir isso e se pega pensando em “recomeços” apenas um dia no ano, certo? O dia 31 de Dezembro. Neste dia não tem erro: nos sentimos com todo o gás, super preparadas e animadas para o novo ano. Fazemos listas, fazemos planos… 12 meses correm e no final do ano nos damos conta de que fizemos metade do que planejamos. E o ciclo nunca termina. O que tem de errado nesta história?  Bom, já diz o ditado que pra quem …

O maravilhoso descascador que faz espaguete de legumes

Vi no programa da nutricionista Gabriela Kapim um descascador que faz espaguetinhos de legumes. Ela pediu para uma criança ajudá-la e o prato ficou lindo, com duas cores: cenoura e abobrinha. As crianças amaram. Desde então estava atrás deste descascador e paguei uma nota por ele na Multicoisas (na internet está a metade do preço). Ele é bem fácil de usar, mas não consigo ir até o final (sempre sobra um toquinho dos legumes e eu tento reaproveitá-los). Os espaguetinhos ficam muito bons, com uma consistência parecida com macarrão mesmo e dá pra temperar de várias maneiras: na manteiga com alho, molho de tomate, molho branco, etc. Entre descascar os legumes e servir os pratos prontos, você gasta no máximo 20 minutos! É uma mão na roda pra quem tem a vida corrida ou pra quem faz home office, por exemplo, e não quer ficar 30 minutos cozinhando. Em geral o modelo do descascador parece com este, mas já vi que tem outros modelos e marcas na internet. Eu não consegui usar muito esta tampinha em …

Você acha as saias midi lindas, mas não sabe usá-las? Clique aqui!

Image Source A saia midi, em geral bem rodada e que vai até o joelho ou alguns dedos abaixo, voltou na máquina do tempo dos anos 60 até a nossa época. Se como eu, você também acha que vive na época errada, comemore! É maravilhoso resgatar tendências e ninguém impede você de fazer a mesma coisa com qualquer look que ache legal quando olha pra trás. E se você, como eu, não se sente mais tão à vontade usando minis (apesar de não existir absolutamente nada que nos impeça de usar uma se quiser), pode aderir às midis, que são femininas, delicadas, românticas e elegantes. Eu tenho duas no armário e vira e mexe me dá vontade de usá-las, mas já me peguei pensando como. Nos dois dias, preferi a praticidade e escolhi uma calça jeans! rsrs… não caia nesta armadilha! Selecionei algumas dicas pra me ajudar no futuro e pra te ajudar, caso você também curta as sainhas midis. Fonte Eu aaaaaamo saia plissada. Achei esta combinação com sapato nude muito bonita. Aliás, o sapato …